When:
31 August, 2021 @ 18:27 – 19:27
2021-08-31T18:27:00+01:00
2021-08-31T19:27:00+01:00


Programação Externa

 
18 e 19 de setembro
 
Sábado às 17h; domingo às 11h
 
M3
50 minutos
Preços entre os 4 e os 10 euros

 
Bilhetes à venda na Ticketline, Fnac e worten.

 

Informações
239 714 013
912 511 302
info@oteatrao.com

Verdi que te quero Verdi

Companhia de Teatro de Almada
 
As árias de Verdi são as linhas que cosem este espectáculo estreado em 2011. Os primeiros a entrar em cena são os fantoches que narram a história de Violeta, a heroína de La Traviata que deixa para trás uma vida de excessos em nome do amor que a une a Alfredo. Em seguida, viajamos até ao Egipto, o local onde se desenrola a acção de Aida. Neste caso, a música serve de pretexto para uma coreografia muito exigente, que tem o poder de nos arrancar gargalhadas. Finalmente, os temas de Il trovatore formam a banda sonora das aventuras culinárias de cozinheiros desastrados, cujas receitas deixam muito a desejar…

 

A arte de fazer música (e comida) com paixão
Giuseppe (José, em italiano) Verdi foi um compositor (ou seja, um escritor de música) do século dezanove. Era tão bom, mas tão bom compositor que dizem que era capaz de criar uma ópera num instantinho, como por exemplo numa tarde. Os pais de Verdi tinham um restaurante muito bom – se calhar era por causa disso que ele era tão bom, talvez os bons cozinhados sejam parecidos com as boas óperas: ambos precisam de ser feitos com arte, pois dentro da arte está uma forma de amor a que também podemos chamar entrega, ou dedicação (isto é, fazer muitas vezes uma coisa para a qual se tem jeito até se ser capaz de a fazer muito bem). A palavra arte é uma das palavras mais importantes de todas as que existem. Se não houvesse arte não haveria artistas. Se não houvesse artistas a vida seria horrível.
 

Verdi era um grande artista, um dos maiores da História da música europeia. Este espectáculo, feito com marionetas que cantam e com actores que dançam e cozinham, é sobre algumas das suas óperas: La Traviata, sobre as coisas boas (os beijinhos, estar juntos) e as coisas más (os ciúmes, as saudades) do amor; Aïda, outra vez sobre amor; Il Trovatore, sobre… amor!, mas, neste espectáculo,esse amor é mais às pizzas e aos gelados que vão ser confeccionados à frente do público, por uns cozinheiros completamente malucos que trabalham num restaurante italiano enquanto ouvem algumas das mais belas árias (as partes cantadas para uma só voz, numa ópera) escritas por Verdi. Para que todos reparem como são belas, mesmo quando parece que os cantores as gritam.
Sarah Adamopoulos

 

FICHA TÉCNICA E ARTÍSTICA

Director · Teresa Gafeira
Intérpretes · João Maionde, João Farraia, Pedro Walter e Vera Santana
Scene Design · Steven Evan
Light Design · José Carlos Nascimento
Costumes · Teresa Capitão
Marionetas · Teresa Varela
Operação de luz e som · Paulo Horta
Photography · Rui Carlos Mateus

 

Comprar Bilhete

 

Consulte Plano de Contigência COVID-19 da OMT