Quando:
8 Setembro, 2021@18:37_19:37
2021-09-08T18:37:00+01:00
2021-09-08T19:37:00+01:00


De Portas Abertas

Projeto de intervenção artística e social na Arregaça
 

DE PORTAS ABERTAS é um projeto de intervenção artística e social na comunidade, especificamente destinado a conhecer, investigar e discutir uma zona específica da cidade de Coimbra, a zona da Arregaça, situada na zona de expansão da Oficina Municipal do Teatro. Esta zona, praticamente invisível para quem não ali vive, conserva ruínas de vários ciclos de crescimento da cidade e condensa uma população muito heterogénea, fruto da transformação urbana. O projeto ambiciona algumas transformações na relação da população e do poder local com a zona de intervenção.
 
Teve início em outubro de 2019 através de um processo de mapeamento cultural que identifica residentes, serviços, comércio e ruínas da zona da cidade de Coimbra vulgarmente conhecida por Arregaça. A dramaturgia dos dois espetáculos a criar, em setembro de 2020 e junho de 2022, é alimentada diretamente pelo processo de mapeamento.Ao trabalho de pesquisa documental acrescentámos as entrevistas a residentes, trabalhadores e proprietários de espaços que existem ou existiram no Vale da Arregaça. Esta relação intensificou-se com a vinda de moradores a espetáculos na OMT e com visitas nossas regulares ao Vale, tornando-nos presentes e percebendo as dinâmicas do território.
Atualmente desenvolvemos a Programação Paralela e a preparação da segunda criação e contamos com uma segunda fase de mapeamento cultural e de trabalho com a comunidade para o desenvolvimento da dramaturgia original desta segunda criação.

 

Programação 2022

A MINHA ARREGAÇA

a partir de 20 janeiro
Arregaça

 

À semelhança dos Oratórios da Sagrada Família, que andam de casa em casa, este álbum será passado de porta em porta, durante as próximas semanas, para que os moradores da Arregaça possam partilhar o que para eles é ou lhes faz lembrar a Arregaça.

 

ASSEMBLEIAS DE RUA

II Fase de Mapeamento cultural
5,6, 13 e 19 de março
Arregaça

 

Assembleias de Moradores, organizadas por rua, em formato de grupos focais, que participarão numa sessão informal com a equipa artística do próximo espetáculo e que procurará relacionar os modos de vida dos habitantes da Arregaça com o seu trabalho. Interessa-nos partir deste levantamento e fazer os links entre trabalho, habitação, família, lazer, etc. Esta atividade será fundamental para estruturar a dramaturgia e participação da comunidade no novo espetáculo com estreia prevista para 23 junho de 2022.

 

OFICINA “ZOOM IN/ZOOM OUT

MUSEU DA PAISAGEM
2 de Abril

 

Oficina de exploração da paisagem, a partir do livro “O que há neste lugar?”, dirigida a público escolar, numa parceria com o Museu da Paisagem.

 

HÁ BAILE DA ARREGAÇA

28 de Maio

 

Matiné com o músico Bruno Joel, aberta a todos os moradores da Arregaça, na Praça do Mondego.

 

 

FOGUEIRAS NA ARREGAÇA

23 de Junho

 

Dinamização de festividades das Fogueiras no Bairro da Fonte do Castanheiro, em parceria com a EDP e a Junta de Freguesia de Santo António dos Olivais.

 

DE PORTAS ABERTAS II

1, 2 e 3 de julho

 

Segunda fase de criação de espetáculo, construído a partir do valor simbólico e/ou real do trabalho e a sua interseção com todos os outros aspetos da vida contemporânea.

 

SOBRE A 1ª CRIAÇÃO

 

12 e 13 de setembro 2020
Campo Municipal da Arregaça
 
Sinopse
 
Uma guia turística recebe o público/turistas para iniciar uma viagem pela Arregaça, o segredo mais bem escondido da cidade de Coimbra. Leva os visitantes a tomar contacto com os moradores, apelando para o enorme potencial desta zona da cidade de Coimbra. A excursão turística interrompe uma assembleia de moradores, atravessa um piquete de greve, apanha um comboio fantasma, banha-se numa fonte e torce por uma equipa de futebol. E tudo sem sair do lugar e com as devidas medidas de segurança! Os turistas/espetadores poderão conhecer os habitantes que confundem a vida com as histórias que contam, os que ficam possuídos pelo calor das fogueiras, os que cantam para esquecer o desemprego ou os que vêem na água uma possibilidade de negócio. Sejam bem-vindos à Arregaça!

 
Ficha Artística e Técnica
 
Dramaturia · Sandra Pinheiro
Direçãoo e Coordenação Geral do Projeto · Isabel Craveiro
Mapeamento Cultural (Coordenação) · Cláudia Pato de Carvalho
Mapeamento Cultural (Estagiários) · Daniel Lavrador e João Catulo
Consultoria Científica · Nelson Correia Borges
Elenco · Cláudia Carvalho, João Santos, Margarida Sousa, Pedro Lamas e Sofia Coelho (Teatrão);
Classes de Teatro do Teatrão:
Capítulo Bairro da Fonte do Castanheiro: Afonso Abreu, Alina Zhidkova, Ana Rita Marques, Bernardo Abreu, Carolina Lourenço, David Meco, Diogo Simões, Eduardo Cabete, Francisco Malva, Gabriela Martins, Laura Costa, Mariana Martins, Matilde Pereira, Matilde Simões, Tomás Caetano.
Capítulo Sociedade de Porcelanas de Coimbra: Alberto Ladeiro, Alda Reis, Ana Laranjeira, Filipa Leandro, Ana Maria Gomes, Ana Trindade, André Costa, António Ferreira, Catarina Coelho, Catarina Marcos, Isabel Carvalho, Luzia Alves, Maria Amália Gomes, Maria da Graça Mendes, Maria Emília Gomes, Maria José Silva, Maria Rosália Rodrigues, Mauro Pinto, Miguel Fonseca, Mónica Alfaiate, Mónica Brandão, Nuno Sequeira, Patrícia Oliveira, Pedro Almeida, Rita Melo, Roberto Garcia, Tatiana Marques, Vanessa Marques.
Capítulo Linha da Lousã: Ana Carolino, Ana Pires, Andrés Quevedo, Beatriz Andrade, Carolina Caseiro, Inês Pereira, Maria Inês Nogueira, Miguel Figueira.
Capítulo Fonte do Castanheiro: Bárbara Quintais, Beatriz Martins, Eduardo Figueira, Eva Seixo, Maria Castro, Matilde Mendes, Matilde Silva,
Capítulo União de Coimbra: Alice Pinto, Beatriz Guipano, Carolina Coelho, Catarina Loureiro, Clara Alves, Eva Lourenço, Filipa Peixoto, Inês Amaro, Joana Mendes, Maria Videira, Maria Gabriela Alves, Maria Inês Peixinho, Maria Leonor Piedade, Mariana Morais, Pedro Borges, Raquel Pereira, Rodrigo Lourenço, Tomás Quadrado.
Direção Musical e Composição · Rui Lúcio
Músicos (Associação Cultural Salatina) · Tiago Martins – Teclado e Bandolim, João Calha – Bandolim, Valdemar Freire – Guitarra Portuguesa e Bandolim, Júlio Ferreira – Guitarra Portuguesa e Percussão , Lino Freitas – Percussão, Felizardo Bandeira – Guitarra Clássica e Cavaquinho, Esmeralda Ferreira – Guitarra Clássica, Marco Contente – Guitarra Clássica e Cavaquinho, Miguel Luís – Baixo, António Pedro Cardoso – Percussão
Espaço Cénico, Figurinos e Adereços · O Teatrão
Apoio Vocal · Cristina Faria
Grafismo · Paul Hardman
Fotografia · Carlos Gomes
Video · Sérgio Pereira
Comunicação · Margarida Sousa
Direção de Produção · Cátia Oliveira
Direção Técnica · Jonathan Azevedo
Produção Executiva · Mariana Pereira
Banda Sonora e Operação de Som · Nuno Pompeu
Construção Cenográfica · José Baltazar
Costureira · Fernanda Tomás
Transmissão Streaming · Domingo no Mundo
Montagem e Aluguer de Equipamento de Luz e Som · Zonapro
Frente de Casa · Anabela Rodrigues, Andreia Fernandes, Beatriz Antunes, Filipe Gomes, Hélder Rafael, Iria Gonçalves, Luís Nogueira, Margarida Quadros
Classificação Etária · M/6
Duração Aproximada · 1h45m
Produção · O Teatrão 2020

 

 


 

Programação Paralela

 

– Oficina de Jogos Tradicionais “Quantos queres?”
Grupo Desportivo da Arregaça
Setembro de 2020
 
Oficina de jogos tradicionais dinamizada pela Divisão de Desporto e Juventude da CMC.

 
– Leitura “Simão na Antártida”
Outubro de 2020
Leitura do texto de teatro para a infância da autoria de Beatriz Melo.

 

– Postais de Natal “De Portas Abertas”
Dezembro de 2020
Criação de postais de Natal da Arregaça, a partir do registo fotográfico das pessoas que lá habitam; envio dos postais aos moradores da Arregaça e instituições da cidade.
 

 

– “Cantar as Janeiras”
Janeiro de 2021
Transmissão áudio (através da circulação de um veículo equipado com altifalantes, pelas ruas do Bairro da Fonte do Castanheiro e zona envolvente da Arregaça), de temas tradicionais das Janeiras gravados pelos atores do Teatrão, músicos da A.A.C.Salatina e moradores da Arregaça.

 


 

 

– Concerto “O Jazz Sai à Rua”
Junho de 2021
Lapa dos Esteios
Concerto ao ar livre, em local emblemático de Coimbra nas proximidades do Mondego e da Arregaça, com alunos finalistas do Curso Profissional de Jazz da Escola Artística do Conservatório de Música de Coimbra.

 

 

– Documentário “De Portas Abertas”
Junho de 2021
Grupo Desportivo da Arregaça
Exibição do documentário, filmado por Sérgio Pereira durante o primeiro ano de projeto na Arregaça, na 6ª Edição do Encontro Internacional de Arte e Comunidade (MEXE), no Porto.