Quando:
6 Outubro, 2021@8:58_9:58
2021-10-06T08:58:00+01:00
2021-10-06T09:58:00+01:00


Reposição 30 anos Teatrão
 
Maiores de seis anos
Duração: 75 min.
 
Preço: 4-10€
 
Sessões público geral: 4 jan (19h), 6 jan (17h), 7 jan (11h) e 13 jan (17h)
Sessão com audiodescrição: 13 de janeiro, 17h
Sessões para escolas: 5 jan, 9 a 12 de jan, 23 de jan a 2 de fevereiro; terça a sexta, 10h30 e 14h30.
 
Informações: 239 714 013 (Chamada para a rede fixa nacional)
912 511 302 (Chamada para a rede móvel nacional)
info@oteatrao.com

Dom Quixote (de Coimbra)

 
A partir da obra de Cervantes, com excertos das versões de António José da Silva, Monteiro Lobato, Yevgeni Shvarts e Orson Welles.
 
“Encheu-se-lhe a imaginação de tudo o que lia nos livros, não só de encantamentos como contendas, batalhas, desafios, feridas, galanteios, amores, adversidades e disparates impossíveis…”
Miguel de Cervantes
O Engenhoso Fidalgo D. Quixote de La Mancha
 

Num cenário de refugo e bugigangas, o Cavaleiro da Triste Figura vem acompanhado pelo fiel Sancho Pança – a Governanta e a Sobrinha também hão-de aparecer. Uma coleção de desvarios que vai do séc. XVI ao XXI, entre o lugar imaginário de La Mancha e vários lugares do Mondego: Serra da Estrela, Coimbra, Figueira da Foz. E quem diria que num livro-calhamaço se escondem mundos tão loucos e tão divertidos? Uma rara aventura espera-nos!

 

Voltar a explorar o terreno fértil do sonho e do encantamento de Quixote e companhia expressa uma vontade teimosa de tomar os desejos por realidade. Por ele nos ensinou a fórmula que pode misturar a ficção e a realidade, resgatando de cada uma o que for melhor e mais feliz. Em 2009, quando se habitou pela primeira vez a OMT e a adaptação de Jorge Louraço ao texto mítico de Cervantes, a apropriação foi um convite a entrar por todas as portas que uma casa pode ter e, assim, tomá-la por completo e a meias com o público. Hoje, com a vontade renovada e o ânimo espicaçado pelo caos recente e pelo que dele sobrou (sobreviveu, mas um Cavaleiro Andante não geme), abrem-se outras tantas entradas e caminhos que dão gosto à urgência e à atualidade de ser Quixote num mundo de Moinhos de Vento. Porque voltar a este texto? Porque é prazeroso, é divertido e mais que isso. O Cavaleiro da Triste Figura, o tal Fidalgo de la Mancha (ou de Coimbra? resta a dúvida) é cada um de nós. Hoje, como sempre tem sido.
Isabel Craveiro
 

FICHA ARTÍSTICA E TÉCNICA

Dramaturgia: Jorge Louraço Figueira
Encenação: Isabel Craveiro
Elenco: Dinis Binnema, Inês Mourão, João Castro Gomes, Margarida Sousa
Elenco de Apoio: João Santos
Música Original: Afonso Rodrigues, Filipe Costa
Desenho de Luz: Jonathan Azevedo
Cenografia e Figurinos: Helena Guerreiro
Adereços: José Baltazar
Fotografia: Carlos Gomes, Paulo Abrantes
Design Gráfico: Paul Hardman – Studio And Paul
Cabeleireiro: Ilídio Design
Direção de Produção: Cátia Oliveira
Confeção de Figurinos: Fernanda Tomás
Operação de Luz e Som: Diogo Figueiredo, Jonathan Azevedo e Nuno Pompeu
Construção e Montagem de Cenário: José Baltazar
Montagem Luz e Som: Diogo Figueiredo, Jonathan Azevedo e Nuno Pompeu
Vídeos promocionais: Bruno Pires
Produção Executiva: Cátia Oliveira, Eva Tiago
Frente de Casa: Beatriz Guinapo, Clara Alves, David Meco, Isabel Batista, Filipe Gomes, Gabriela Martins, Hélder Carvalho, Inês Amaro, Laura Costa, Margarida Quadros, Maria José Silva, Madalena Jaleco, Maria Apóstolo, Mariamar Almeida, Mariana Martins, Mariana Matos, Matilde Pereira, Pedro Borges, Sofia Rosado, Verónica Simões.
Comunicação e Assessoria de Imprensa: Luís Marujo, Margarida Sousa
Classificação Etária M/6
Duração 75 minutos

 

Comprar Bilhete

 


© Carlos Gomes e Paulo Abrantes